Este é meu sexto blog, nasce hoje, dia 4 de outubro de 2011, em homenagem ao septuagésimo quarto aniversário de minha mãe Teresinha, a quem chamamos de Teresa. Ela cozinha maravilhosamente bem, e embora não faça coisas excepcionais, sempre "senti" em sua comida seu amor por nós. Talvez por isso eu tenha desde cedo tomado gosto pela cozinha (simples! nada sofisticada), e faço até hoje as refeições de minha família.

Então aqui vão as receitas de minha mãe, acrescidas de algumas que também juntei por aí, mas aviso que são todas simples, bem fáceis de fazer, mas que enchem a boca e o coração de delícias e alegrias!

Bon appétit!

domingo, 27 de novembro de 2011

Pavê de Amendoim


Esta receita fica chique e deliciosa!

1 lata de leite condensado cozido por 30 minutos em panela de pressão,
1 lata de creme de leite,
1 xícara de açúcar,
100 g de manteiga,
1 pacote de biscoito tipo maizena,
leite para molhar os biscoitos,

1 kg de amendoim torrado e descascado, passado ligeiramente no liquidificador.

Bata a manteiga com o açúcar e o creme de leite sem soro, misture parte do amendoim. Em um pirex intercale este creme com os biscoitos embebidos em leite. Cubra com o leite condensado cozido e salpique o restante dos amendoins.

domingo, 20 de novembro de 2011

Bolo de fubá com pedacinhos de goiabada


Esta receita foi enviada por Ana Cândida, já testada com sucesso pela irmã, em breve a farei também!


3 ovos,
1 ½ xícaras de açúcar,
1 xícara (menos um dedo) de óleo,
1 xícara de leite,
1 xícara de farinha de trigo,
1 xícara de fubá,
½ xícara de queijo parmezon ralado na hora,
1 colher de sopa de fermento em pó,
Goiabada em barra cortada em cubinhos bem pequenos, passados no fubá.

Bater o óleo, ovos, leite e açúcar no liquidificador. Numa bacia acrescente o fubá, farinha, queijo ralado e por último o pó royal. Unte uma forma para bolo com margarina e polvilhe com farinha. Coloque um pouco da massa e distribua metade dos cubinhos da goiabada. Despeje o resto da massa, coloque o resto dos cubinhos de goiabada por cima. Assar em forno médio por cerca de 30 minutos. Depois de assado, passar margarina em cima e polvilhar com açúcar e canela.

sábado, 19 de novembro de 2011

Tomates ao forno

Esta é fácil demais! E não deixa de ser das minhas favoritas! Experimente e se surpreenda.

8 tomates maduros,
(1 cebola roxa, caso queira),
3 dentes de alho socados,
manjericão e oréganos frescos (mas pode também usar hortelã, ou salsa e cebolinha),
3 colheres de sopa de azeite,
1 colher rasa de sobremesa de sal,
(1/2 xícara de queijo parmezon ralado na hora, opcional).

Em uma bacia corte os tomates em 4 partes, retirando a parte verde central. Acrescente os temperos picados, o alho socado, o sal e o azeite; e se desejar a cebola cortada em meias luas, por cima coloque o queijo parmezon (opcional). Misture tudo bem e leve a assar em forno alto em uma assadeira ou pirex durante 25 minutos ou até os tomates murcharem. Pode também ser servido frio com pãezinhos ou torradas. Neste caso pique os tomates em meias luas.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Bolo de laranja molhadinho


Simples e divino!

150 gr. de manteiga,
3 ovos,
2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo,
1 colher de sopa de fermento,
1 xícara de suco de laranja.

Bata bem na batedeira a manteiga, o açucar e os ovos, acrescente a farinha e o suco e bata levemente, acrescente o fermento e bata mais um pouco. Asse em forma com furo no meio, untada e enfarinhada, em forno médio.

Calda:

Caldo de três ou quatro laranjas coado,
4 colheres de sopa de açucar.

Deixe ferver, e depois de desenformar o bolo, fure-o com um garfo e cubra com esta calda. Ele vai embora rapidinho!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Bacalhau ao Zé do Pipo


Provei este prato no Restaurante que fica no andar de cima do famoso Bolinho de Bacalhau, no subúrbio carioca. Não foi difícil reproduzir o prato, que é sucesso desde então aqui em casa! Acho que vou abrir uma filial...

1 e 1/2 kg. de bacalhau do Porto,
1 e 1/2 kg. de batatas,
1 cebola grande,
1 xícara de salsa e cebolinhas picadas,
azeite,
leite,
manteiga,
pimenta do reino e noz moscada moída,
1/2 xícara de queijo parmezon ralado na hora.

Deixe o bacalhau já sem pele de molho em água por dois dias na geladeira, trocando a água de vez em quando. Afervente, escorra e parta o bacalhau com as mãos, em pedaços médios. Reserve.

Cozinhe as batatas e prepare um purê, amassando as batatas cozidas sem pele, e levando ao fogo juntamente com leite o suficiente até formar um creme, 1 colher de sopa de manteiga e 2 de azeite, sal, pimenta do reino e noz moscada à gosto. Mexa no fogo até formar grandes bolhas.

Frite em 3 colheres de azeite a cebola descascada e cortada em rodelas médias.

Monte o prato em um pirex grande untado com margarina, coloque metade do purê, o bacalhau em postas, as cebolas, a salsa e cebolinha. Cubra com o restante do purê, o queijo ralado e regue com azeite. Leve ao fogo para gratinar e se prepare para os elogios! 

domingo, 6 de novembro de 2011

Bacalhau a Gomes Sá


Este é um prato que minha mãe fazia em dias especiais, então eu fiz minha versão neste último domingo para comemorar nossa nova cozinha (ainda sem armários...)!

1 e 1/2 kg de bacalhau do porto (tire a pele ainda seco e ponha de molho na água na geladeira 2 dias antes, trocando a água de vez em quando),
1 e 1/2 kg de batata bolinha,
1 kg de cebolas pequenas,
8 dentes de alho, 
4 tomates,
6 ovos cozidos,
1 xícara de azeitonas,
1 maço de couve manteiga,
1 xícara de salsa e cebolinha picadas.

Afervente o bacalhau numa panela com água. Reserve 1 l. desta água e escorra o bacalhau.

Nesta água que você reservou (se estiver muito salgada misture com água - em quantidade suficiente para apenas cobrir os ingredientes) ponha para cozinhar as batatas, cebolas e dentes de alho.

Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos ou até começarem a ficar macios, então acrescente os tomates cortados em meia lua, as azeitonas, parte da salsa e cebolinha e o bacalhau partido em pedaços médios; misture levemente e por último ponha as folhas de couve dobradas e enroladas uma à uma (tire o talo das couves, dobre, enrole e espalhe pela panela) e o azeite.

Deixe cozinhar por mais 5 minutos ou até a couve ficar macia.

Arrume em uma travessa grande, por último coloque os ovos abertos ao meio com o restante da salsa e cebolinha.

Basta de acompanhamento arroz branco, vinho e muita alegria. Agora é só comemorar!

Nova cozinha, finalmente!



Depois de longos três meses com a cozinha acampada na churrasqueira (enfrentando corajosamente os cupins alados, moscas, cascudinhos e chuvas fora de época...), no último dia 2 de novembro nos mudamos para a nova cozinha! Ufa!!! É claro que ainda faltam os armários, e tudo está espalhado pelas bancadas, mas já é um alívio e tanto! 

Para comemorar neste domingo fizemos um Bacalhau a Gosmes Sá e de sobremesa pavê de morangos! A receita segue em breve.



Có, có, có, có-ri-có!

Risoto de aspargos


Para aquele almoço ou jantar especial!

Lave e corte as pontas do talo de um maço de arpargos frescos. Em uma panela média deixe ferver 2 dedos de água com 1 colher de café de sal e uma boa pitada de bicarbonato de sódio (ele faz com que as verduras cozidas fiquem bem verdinhas e macias rapidamente), acrescente os aspargos e deixe cozinhar por 5 minutos ou até ficarem macios (não deixe cozinhar demais ou eles se desmancharão). Corte os aspargos cozidos na diagonal com cerca de 2cm, reserve.

Refogue até dourar em 3 colheres de sopa cheias de óleo:
1 cebola roxa média cortada bem miudinha,
4 dentes de alho,
Acrescente 2 xícaras cheias de arroz para risoto (não precisa lavar), e refogue um pouco mais.

Enquanto isso coloque cerca de 2 l. de água para ferver em outra panela com galhos de temperos frescos, como tomilho, manjericão, sálvia, orégano, alecrim e folhas de louro. Eu prefiro usar esta mistura de temperos a usar caldo de carne industrializado!

Vá despejando 2 conchas desta água fervente no arroz sempre que começar a secar. Mexa com frequência.

Quando o arroz estiver ficando macio acrescente:
3 colheres de sopa de manteiga,
os aspargos cozidos e picados,
1/2 xícara de queijo parmezon ralado no ralo grosso (compre o queijo fresco e rale em casa).
Mexa levemente, deixe ficar cremoso e sirva imediatamente em uma bela travessa, salpique por cima 1/2 xícara de parmezon ralado.

Este prato é um ótimo acompanhamento para carnes vermelhas, e é delicioso!

Arroz com tomates cerejas


Este é o preferido aqui de casa! Simples e perfeito.

Prepare 2 xícaras de arroz como de costume, com 3 ou 4 dentes de alho. Quando estiver quase seco acrescente 300 gr. de tomates cerejas lavados e cortados ao meio e folhinhas de manjericão e orégano fresco. Mexa levemente e deixe secar. Sirva em uma bela travessa!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Arroz com amendoim e açafrão


Fácil e gostoso demais!

Prepare 2 xícaras de arroz como de costume, não esqueça do alho, e acrescente uma colher de sopa rasa de açafrão em pó. Quando estiver pronto acrescente 1 pacotinho de amendoim frito sem pele e salsinha picada. Misture bem e sirva!

Experimente fazer uma variação, colocando ao invés do amendoim, amêndoas picadas tostadas em 1 colher de sopa cheia de manteiga.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...