Este é meu sexto blog, nasce hoje, dia 4 de outubro de 2011, em homenagem ao septuagésimo quarto aniversário de minha mãe Teresinha, a quem chamamos de Teresa. Ela cozinha maravilhosamente bem, e embora não faça coisas excepcionais, sempre "senti" em sua comida seu amor por nós. Talvez por isso eu tenha desde cedo tomado gosto pela cozinha (simples! nada sofisticada), e faço até hoje as refeições de minha família.

Então aqui vão as receitas de minha mãe, acrescidas de algumas que também juntei por aí, mas aviso que são todas simples, bem fáceis de fazer, mas que enchem a boca e o coração de delícias e alegrias!

Bon appétit!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Bacalhau ao Zé do Pipo


Provei este prato no Restaurante que fica no andar de cima do famoso Bolinho de Bacalhau, no subúrbio carioca. Não foi difícil reproduzir o prato, que é sucesso desde então aqui em casa! Acho que vou abrir uma filial...

1 e 1/2 kg. de bacalhau do Porto,
1 e 1/2 kg. de batatas,
1 cebola grande,
1 xícara de salsa e cebolinhas picadas,
azeite,
leite,
manteiga,
pimenta do reino e noz moscada moída,
1/2 xícara de queijo parmezon ralado na hora.

Deixe o bacalhau já sem pele de molho em água por dois dias na geladeira, trocando a água de vez em quando. Afervente, escorra e parta o bacalhau com as mãos, em pedaços médios. Reserve.

Cozinhe as batatas e prepare um purê, amassando as batatas cozidas sem pele, e levando ao fogo juntamente com leite o suficiente até formar um creme, 1 colher de sopa de manteiga e 2 de azeite, sal, pimenta do reino e noz moscada à gosto. Mexa no fogo até formar grandes bolhas.

Frite em 3 colheres de azeite a cebola descascada e cortada em rodelas médias.

Monte o prato em um pirex grande untado com margarina, coloque metade do purê, o bacalhau em postas, as cebolas, a salsa e cebolinha. Cubra com o restante do purê, o queijo ralado e regue com azeite. Leve ao fogo para gratinar e se prepare para os elogios! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...